• Dra. Ana Rita Pinto

Limites saudáveis

Quando pensamos em limites, não raras vezes pensamos em falta de educação ou mesmo agressividade. No entanto, colocar limites pode (e será o melhor para todos) ser algo feito de forma assertiva e com empatia. Podemos fazê - lo sem gritar, ou levantar o tom de voz, expressando o entendimento pela opinião ou situação do outro. Mostar empatia e conseguir colocar os nossos limites, expressando o nosso desconforto /cansaço /tristeza sem agressividade é um acto de amor próprio, que nos ajuda a melhorar a auto-estima e a sensação de auto-eficácia (aquela sensação boa que temos quando conseguimos fazer algo que nos parece difícil) . Por outro lado também ajuda os outros a poderem conhecer-nos melhor e a poderem adaptar-se a uma dinâmica diferente. Se tens dificuldades neste tema, acredita que não estás só. Muitas pessoas batalham com o mesmo. Um/a psicólogo /a pode ajudar 😊 Informações e Marcações para 911131360.


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esquemas mal-adaptativos precoces

Segundo a Terapia focada nos Esquemas (TFE; Schema Focused Therapy; Young 1990, 1999), Os esquemas mal adaptativos precoces (EMP) são definidos como padrões de pensamento disfuncionais que podem surgi